Totvs populariza ações de marketing para atingir novos públicos

Empresa especializada em softwares de gestão, a Totvs veicula, a partir desta quinta-feira (16), uma campanha publicitária na televisão. Intitulado “A Totvs acredita no Brasil que faz”, o filme questiona a ideia do jeitinho brasileiro, reduzindo os clichês de carnaval, praia e futebol e focando no crescimento econômico do país.

Esta é a primeira peça publicitária que a empresa coloca na mídia de massa após um intervalo de mais de dez anos. Apesar de ter feito uma ação de marketing tímida em 2014, a última campanha de fôlego foi ao ar em 2009, com a participação da jornalista Marília Gabriela, que explicou a grafia do nome da empresa.

“Nestes dez anos sem campanhas para a grande mídia, focamos em meios mais segmentados, relacionados a B2B”, diz Juliano Tubino, vice-presidente de estratégia, marketing e negócios digitais da organização. “Agora, com uma abrangência maior de soluções, ponderamos a nossa presença estratégica no Brasil.”

Mesmo com uma estratégia de marketing mais popular — que, além da campanha televisiva, inclui o patrocínio do Corinthians em 2020 —, Tubino afirma que a atuação da empresa ainda tem foco total em B2B, sem o objetivo de gerar negócios com clientes finais. “A ação tem um atributo de reconhecimento aos nossos clientes.”

Novos negócios

No último ano, a Totvs passou a oferecer soluções financeiras a seus clientes, transformando-se no que Tubino chama de “techfin”, uma fintech que leva as finanças como um serviço secundário. “Queremos fazer com que o investimento em tecnologia dê acesso a uma experiência de serviços financeiros muito melhor”, diz. O portfólio de softwares de gestão foi acoplado a sistemas de pagamento e a ofertas de créditos B2B e consignado, calculados com base nos dados fornecidos pelas empresas à Totvs.

Entre os planos da companhia para 2020, está o desenvolvimento de soluções de automatização para novos processos de back office, indo além das áreas contábil, fiscal e de pagamentos. “Também planejamos oferecer soluções que ajudem nos clientes a lidar com melhor com os seus clientes finais”, diz Tubino. Neste sentido, a empresa deve aprimorar tecnologias relacionadas à análise de dados e reconhecimento facial.

Fonte: https://exame.abril.com.br/

Write a comment

× Fale com a TOAT